Skip to main content

Tras di Son - Letras di Mukiza

1. UN BATUKU XATIADU SI
Música: Djinho Barbosa
Letra: Princesito


2. MINDEL MIND – KOLADERA RASGADU
Música: Djinho Barbosa
Letra: Djinho e Kaká Barbosa

n´fazebe es coladera assim
nes ton rasgode di sol menor
cor d´nha sentimente native
bôs note
t´inspira un melodia suave
k´ta kalentá coraçon d´kriole
pa esvanece´l se dia ingrote
bô mind
bô natureza
levobe postá na diferença
bô mind
bô morabeza
vrobe un terra sabin
na dvera
bôs move
t´inspira alma dun criatura
pa sarandiá place and place
tê ke sol bafá strela ma lua
Mindel...
n´fazebe es coladera assim
un ton vibrode na nha deseje
cor d´nha sentimente native
Mindel...
pa esvanece´l se dia ingrote
tê k´sol bafá strela ma lua
Mindel Mind...
cor d´nha sentimente native
Mindel Mind...
pa esvanece´l se dia ingrote
Mindel Mind...

3. UM ZIBIU PA TIO ABILIO
Música e Letra: Djinho Barbosa
Tema pa Abílio Duarte

ês morna ê um segredo di meu
um Son um lamentu
di nha coraSon
oji n’xinti um bater más forti
un pulsar um vibraSon sinceru
un sonho um melodia
ki ta inbalan nha inspiraSon
ta mostran luz di criaSon
musica ê sangui ê sentimentu
nha morna ê um consedju
di um grandi amigo
um compromissu ku nha coraSon
oji n’xinti um bater más forti
um pulsar um vibraSon sinceru
um orquestra um melodia
notas di um doce violão
musica ê más ki mi menor
ê um pauta cheio di memoria
n’krê dexa um fluidu novu
ki bem di um rio cheio di riqueza
ponta gosto pa norti di BLeza
um sonho um melodia
notas di um doce violão
ta mostran ton di criaSon
musica ê sangui ê sentimentu
n’krê dexa um fluidu novu
Ki bem di um rio
cheio di riqueza
ponta gostu pa norti di BLeza
um orquestra um melodia
notas di um doce violão
ta mostran luz di criaSon
na brilho di um serenata

4. SON D´ALMA
Música: Djinho Barbosa
Tema pa nhas irmons


6. DEXAN KAI
Música e Letra: Djinho Barbosa
Tema pa Magda


ta kai
sima un folha
honradu pa ragas di bu coraSon
nha keda
ê entrega di alma
sem medu
nha keda
s´ta braçadu pa luz
música
dexan kai…
n´krê sabi si amor
tem um código
na margem di rio di vida

5. BARI CABEÇA
Música e Letra: Djinho Barbosa

pensadu ma mudança
ê tra di li pô la
nu tra mo di moda
sinau kau ta mâria
pa más dimocracia
nôs guentis ka kebi…
nada ka muda
mudança ka tem
palanki, orador, carnaval
ês krê fazi
cambalachu na pulitika
palanki, orador, festival
ês krê brinca
ku futuru kabuverdianu
na nôs dôs metro
i meio di tchon
ka fazi terra
um simplis ecran di tv
pa muda
nu duspi nos midiocridadi
nu bari cabeça
nu prutchi discursu
nu torna bari cabeça
nu prutchi discursu
nu rucupera ku humildadi
beku ki nu mora n´el
pensadu ma mudança
ê tra di li pô la

7. INDA TA REZA
Música e Letra: Djinho Barbosa

foi casualidade
um encontru um encantu
jogo impensadu
di combersu
sem palavra
fla ku odju
disfla ku bóca
fla ku silencio
mon abandonadu
um olhar desviadu di sim
na lua cheia mar y rotcha
dipôs um nada sem pamodi
seladu ku distancia
onti di rapenti
xintido dan na bó...
ta reza n´djobi n´garbata
pa tudo cantu nhas lembrança
ta busca en von kel sorrisu
n´atcha kel ânsia
mágoa di krê
ka debe krê
krê simé
sem podi ser
krê simé
reza ta reza
dexan pidiu
ta reza só más um bês
na regressu di lua
intrega mar pê trazen
kel padás di nha alma
Ki bu tema na guarda
ka debe krê krê simé
sem pode ser
krê simé


8. FRI (FREE) SON
Música: Djinho Barbosa
Letra: Poema “Finason” de Kaká Barbosa
Tema pa Lalitcha e Calu Santos

finaSon sem fim
pó raiz di longi
voz di confin
eku ki bem ti oji
roladu na mundu
y na tempu ku Son
na tereru batuku
txabetadu na txon
ah Kabuverdianu
gaita ku ferrinhu
Son ki ta gatianu
grandi ku mininu
mi ê Son serenata
n´kunhadu na tempu
bibu madrugada
ta bolokia na ventu

9. MÚSICA NA FINATA 44
Música: Djinho Barbosa
Letra: “Konfison na Finata” de Kaká Barbosa

finata ê zinir di longi
bendu n´aza di viraSon
eku fundu
d´un Son rakinta na si
d´es kondiSon
konjugadu na balansu´l palavra
nos tradiSon
stribadu na nos izistencia
riba nos kondon
kada versu
ê um faísca
faroladu di nos fogon
finata ê zinir di longi
bendu n´aza di viraSon
eku fundu
dun Son rakinta na si
d´es kondiSon
xama grandi
ki tempranu ser
danu kondiSon
discursu finu di poeta
na finaSon
serenata
ê inu kantadu ku alma
na lingua di pátria

10. TOPADA NA MAZURCA
Música: Djinho Barbosa
Tema pa Tio Djonzinho

11. MORNING
Música: Djinho Barbosa e Ricardo de Deus
Letra: Ricardo de Deus
Tema pa Myrian, Andy e Bryan Barbosa

...cada dia
um novo manhâ
repleto de Vida
contemplando
a luz e o sol
e cada semente....

12. BU ENCANTU
Música e Letra: Djinho Barbosa
Tema pa Maêzinha

bu encantu
sta scritu
nun gota di luz
um raiu…
di ternura frágil
má firmi na sangra um lagrima
más xintidu
mudjer…
fetu di um pó misticu
um fibra di alma azul
criadu na linha di tempu
bensuadu pa um vaga di amor


13. TRANZI
Música e Letra: Djinho Barbosa

um olhar
um sentimentu
um conviti
um flor
um beju
estazi...
n´ten sodadi
ah! ki solidão
um vontadi
um gana di bó
um dor dimás
n´krê vivi
di risu i musica
na ritimu
di um sonhu verdi
pa nôs veia
ka cori
um melodia falsu

14. TRIBUTU A MANEL D´NOVAS
Música e Letra: Kaká Barbosa
Arranjos: Djinho e Kaká Barbosa

Ka ten rikeza k´ta korompê
ês nha amizade k´un ten pa bô
nem temporal ke t´abalá
ês nha razon tão forte
ês mund´aoje ta tchêu stresode
inserteza tambê ê pa tud banda
má ind´asin nha fé ê grande
nês peite kansode
má gratidão el bnite el ê sab
ês kansão ê un vazu di luz
pa lumia strada klore
d´nos amizade
nh´armon sin k´mo bô
um amor terra infeitisam
pa kumpri k´dor y paixão
nos sina sabe y margoz
distinu di kriol
oli meus na bôs brose
nha melodia ês poesia
nha tributu
un abraçu di Santiagu
sima sê mar di lua cheia
tonte forte ke ta kalenta
tonte grande k´ta stremesse
nun sentir tão profundu
des nha voz speransoze
kantu strela koba na céu si luz
kantu ventu txobe na pedra si dor
na ilha altar di nos kruz
Son di terra da batuku
morna
funaná
nos dor
kantu fé n´odju di seka ê moredu
kantu duedu é razon di nos dor
odja bai na nos xintidu mordedu
pa da suk´alma di nos poesia
nos melodia
nos amor


15. BANDU DI NEON
Música: Djinho Barbosa
Tema pa Zeca Couto

16. SON KOMPILADU
Música e Letra: Djinho Barbosa

tantu tempu
tantu busca
busca na tempu
tempu ta busca
busca na nha ladu
tenta nhas limiti
tempu ta busca
busca na mi
um Son más Son
um Son Kompiladu
má ê tempu pa da
pa busca pa dividi
ê tempu pa más dedus
pa cria um mesmu ton
um Son kompiladu
má ê tempu pa da
pa fazi un grandi onda
ê tempu pa más dedus
pa tra di mesmu luz
um Son kompiladu
n´krê um Son
más Son
n´krê um Son Kompiladu


17. Raiz

Raiz
ben flan
na ki ladera di Santiagu
ki bu simia
nos tradiSon

Raiz
ben flan
kantu dixi
ki n´ten ki dixi
pa ntendi Nacia, Codé i Denti D´Oru

Raiz
ben flan
pamo ki n´ten ki
coba fundu
pa n´xinti
Son kenti di nos alma

Raiz
ben flan
pamo ki n´ten ki
coba fundu
coba fundu
pa n´tchiga na
spritu terra

ah!!! Raiz
leban ku bó
ah!!! Raiz
mostran caminhu
bó ê nha fé
di cada dia

Raiz
subi nen ke um dia só
ben mostran
mó ki ta fazedu Raiz

Raiz
Subi
leban ku bó
mostran caminhu
Subi
Raiz

Djinho Barbosa
(Tema pa Raiz di Polon)
Gravado por Zeca di Nha Reinalda no recente CD "Na Caminho"

Comments

Popular posts from this blog

Obi Trás di Son on line

“ Musica é más ki mi menor, é um Pauta cheio de Memória...”

Texto de Abraão Vicente : A semana passada foi a semana com maior movimentação cultural de que tenho memória desde a minha chegada à nossa Praia Maria, capital “calderon cultural”(son di santiagu) de Cabo Verde. Numa só semana : Joaquim Arenas lança “A verdade de Xindu Luz” e abre caminha para a da Feira do Livro, uma grande avalanche de gente faminta de livros a dar a cara e a esvaziar os bolsos na Biblioteca Nacional. Mais uma vez o Centro Cultural Francês a dar o exemplo e a fazer escola na promoção cultural: Quarta: Trio Sulabanco, Quinta Feira: grande Show de Djinho Barbosa e Trás di Son, Sexta Feira abertura da exposição de reciclagem “Do Lixo ao Luxo” de Kajó, Sabado: Raiz di Polón em tourneé internacional também em terras criolas. Raiz di Polón faz história nestes tempos de muitos lamentos e chorinhos por parte dos artistas. Creio ser de destacar como um dos actuais homens fortes da nossa cultura o dançarino e coreógrafo Manu Pretu, pelo seu grande poder criativo e como me